Com 18 anos, vereador eleito em São Roque/SP está entre os mais jovens do país

Com 18 anos, vereador eleito em São Roque/SP está entre os mais jovens do país

Com 18 anos, vereador eleito em São Roque/SP está entre os mais jovens do país

Com 18 anos, vereador eleito em São Roque/SP está entre os mais jovens do país

Paulo Juventude (Rede) recebeu 550 votos no último domingo (15) e foi eleito por média no município. Segundo o TSE, apenas 77 candidatos a vereador nas eleições municipais de 2020 são dessa faixa etária em SP; em todo o país, são 679.

Nascido em 2002, Paulo Rogério Noggerini Junior, ou Paulo Juventude (Rede), se tornou um dos vereadores mais jovens a ocupar uma cadeira na Câmara Municipal de São Roque (SP). O rapaz de 18 anos recebeu 550 votos no último domingo (15) e foi eleito por média no município.

Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no estado de São Paulo, apenas 77 candidatos a vereador nas eleições municipais de 2020 são dessa faixa etária. Já em todo o país, são 679, de acordo com o TSE.

Paulo contou ao G1 que começou a se interessar por política aos 14 anos, em 2016. Com a PEC do teto e a reforma do ensino médio, o rapaz passou a perceber uma reação das pessoas ao seu redor, principalmente dos jovens, que se sentiram, segundo ele, ameaçados pelas medidas.

“Eu acho que o momento fez com que a classe refletisse e buscasse formas de se organizar e se representar pra exigir seus direitos. Nós decidimos que a melhor forma de fazer isso era por meio de uma representação coletiva, unindo os estudantes pelo diálogo e debatendo propostas”, diz.

Desde então, Paulo participa de movimentos estudantis da cidade e, inclusive, foi fundador da União Regional dos Jovens de São Roque (URE), liderando a comissão junto à Secretaria do Bem-Estar Social.

 “A gente conseguiu fazer um projeto que abrangesse diversos setores, ativistas e essa é a proposta. É o momento de luta, de representação de ideias de uma parte de São Roque que poucas vezes teve representações diretas na Câmara. Queremos distribuir o poder do vereador às pessoas, colocando-as mais próximas da política para que essa possa se tornar mais humana e mais natural”, afirma.

“A política é importante demais para deixarmos somente nas mãos dos políticos. Meu objetivo é realizar um mandato de resistência, mas também uma construção constante do engajamento da população. Nossa proposta é acabar com essa ideia de que política é para poucas famílias. Política é para todo mundo”, finaliza.

Share This:

UvBrasil


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Themetf